No segundo semestre de 2018,  o Projeto cinema foi experimentalmente realizado em forma de oficina na Escola Estadual professor Luis Simione Sobrinho (Jardim Prudência) na gestão da diretora Niuza. Uma vez por semana, com duração de 4 a 5 horas em média, três alunos efetivamente se engajaram na proposta de estudar o processo de produção cinematográfica e realizar um curta-metragem. Um cronograma minucioso e estudado, mesclando aulas teóricas e práticas em cinematografia com atividades práticas do tipo "dinâmicas de grupo" foram aplicadas com precisão.

 

                  Sob direção de Eduardo Alves, câmera de Igor Romão e som direto de Raniery nasceu "O renascimento de Ketelyn" (curta-metragem com 10 minutos de duração), uma ideia original do próprio diretor. Eles convidaram três "atrizes" para compor o elenco e consumiu três dias de gravação. Um resultado surpreendente, mas de certa forma esperado para o planejamento proposto do projeto.

 

                      Em 2019, o Projeto, já mais estruturado, continuou a proposta na mesma Escola, gerando outros dois curtas-metragens mais longos (20 minutos), em duas turmas (uma da manhã, alunos de nono ano e uma à tarde, alunos do nível médio).

 

                      Também em 2019, o Projeto foi inserido na instituição Cáritas Santa Suzana situado no Jardim Monte Kemel (onde está até hoje), igualmente em oficinas semanais, mas com duração de 3 horas cada, duas turmas, uma pela manhã e outra à tarde (jovens de 12 a 14 anos). A diferença com o primeiro ano do Projeto, é que se decidiu por produzir os filmes dentro das próprias instituições, utilizando poucas ou nenhuma locação externa (por questões de segurança e por serem todos menores de idade). O sucesso destas empreitadas podem ser conferidos na página "Galeria de curtas-metragens".

 

                      Em 2020, o Projeto ganhou uma nova estrutura para se tornar um curso inserido na grade de programação educacional da Cáritas Santa Suzana. 

 

               Hoje, ele está perfeitamente estruturado e planejado para atender curricularmente qualquer instituição,  orientando os jovens na difícil missão de se inserir no mercado de trabalho, como profissionais de qualquer segmento, mas especialmente com conhecimento na arte cinematográfica para iniciantes.